fbpx

Transformando o CSC com Automação: Como o Rupee e Wiseit Elevam a Eficiência e Minimizam Riscos

O Centro de Serviços Compartilhados e seu desafios

O Centro de Serviços Compartilhados (CSC) desempenha um papel fundamental no tabuleiro de xadrez corporativo, centralizando recursos e funções de apoio para servir diversas unidades de negócio com precisão e eficácia.

Esta estratégia não apenas melhora a eficiência dos processos internos, mas também eleva a qualidade dos serviços oferecidos, permitindo que as organizações se concentrem em suas principais competências. Ao adotar o modelo de CSC, as empresas estão essencialmente sintonizando seus processos para alcançar maior padronização, eficiência e controle, o que é vital em um ambiente de negócios cada vez mais competitivo.

CSC

No entanto, gerentes, diretores e coordenadores de CSCs enfrentam desafios significativos, incluindo a manutenção da consistência em uma ampla gama de tarefas, a demora em atender às demandas das unidades de negócio e a exposição a erros e fraudes devido à falta de automação.

Essas questões não apenas afetam negativamente a qualidade dos serviços prestados, mas também podem restringir a capacidade do CSC de desempenhar um papel central na estratégia global da empresa. Portanto, é essencial buscar soluções inovadoras que possam transformar esses desafios em oportunidades, enfatizando a necessidade de uma abordagem estratégica e criativa para superar esses obstáculos críticos.

A Necessidade de Processos Estruturados e Automatizados

Em um mundo corporativo que não para de girar, a necessidade de processos estruturados e automatizados no Centro de Serviços Compartilhados (CSC) é mais clara que a luz do dia. Imagine trocar aquela velha máquina de escrever por um foguete de eficiência – é isso que a automação faz pelos CSCs.

Diga adeus às tarefas repetitivas e aos erros que fazem você querer puxar os cabelos, e dê as boas-vindas a um sistema que funciona com precisão. Ao adotar a automação, os CSCs transformam desafios em trampolins para o sucesso, lidando com tudo, desde dos dados até a conformidade regulatória com a facilidade da tecnologia.

Exemplos de riscos reduzidos através da automação (erros humanos, compliance, tempo de resposta)

Quando se trata de diminuir os riscos, a automação é a super-heroína dos CSCs. A automação os reduz a quase zero, evitando aquelas gafes que podem custar mais caro que um jantar de luxo.

Mas e o Compliance?

Os sistemas automatizados garantem que você esteja sempre dançando conforme a música, mantendo tudo ajustado e em conformidade para quando o você ou o auditor começar o trabalho de auditoria.

A automação acelera o ritmo, permitindo que os CSCs respondam às solicitações com a velocidade, mantendo todos, clientes internos e externos, mais satisfeitos que crianças em loja de doces.

Riscos na área Fiscal

No mundo fiscal e tributário, onde até o menor deslize pode causar um grande impacto na vida financeira de uma empresa, a redução de riscos ligados a erros humanos não é apenas desejável, é essencial. Imagine, por um momento, o caos orquestrado por um simples erro de digitação ou uma interpretação mal afinada da legislação tributária.

Estamos falando de multas que dançam ao ritmo de cifras astronômicas, sanções que batem o tambor da desaprovação regulatória e, claro, um solo de danos à reputação que nenhuma empresa gostaria de protagonizar. Portanto, abraçar soluções como o Rupee, que praticamente colocam a intervenção manual em mute e elevam a precisão dos dados a um nível de maestria, é um movimento estratégico.

Essas tecnologias não só afinam a eficiência operacional como também compõem uma melodia de conformidade regulatória e fiscal, garantindo que sua empresa não apenas evite desafinar diante das autoridades tributárias, mas também reduza o risco de erros humanos que podem desacelerar sua marcha rumo ao sucesso financeiro e à integridade empresarial.

Navegar pelas águas turbulentas do setor fiscal e tributário sem o leme de um software especializado é como tentar dirigir uma orquestra sem partitura. Muitas empresas ainda se apegam às planilhas, esse instrumento antigo, para gerenciar suas obrigações fiscais e tributárias.

Apesar de familiar e de fácil acesso, as planilhas são como um violino desafinado: limitadas em eficiência, segurança e confiabilidade. Elas expõem as empresas ao alto risco de erros humanos, dificultam a análise de dados em tempo real e desafinam a capacidade de adaptação rápida às obrigações fiscais.

Além disso, a dependência de planilhas pode criar dissonâncias na integridade dos dados e complicações na auditoria, tornando as organizações vulneráveis a penalidades e atrasos que afetam não apenas sua saúde financeira, mas também sua reputação. Portanto, migrar para soluções de software dedicadas, como o Rupee, é essencial para modernizar o setor fiscal e tributário, garantindo uma sinfonia de precisão, eficácia e conformidade.

A falta de dashboards para visualizar tarefas e obrigações acessórias é como tentar afinar um instrumento no escuro. Sem uma visão clara e consolidada das atividades e prazos, as empresas se veem perdidas em um labirinto de regulamentações.

Esta lacuna na gestão aumenta o risco de desafinação com a conformidade, trazendo penalidades que podem ser mais amargas que uma nota fora do tom. Multas não são bem vistas por nenhuma empresa, ainda mais se essa multa for por motivos que poderiam ser evitados se o uso de um software correto solucionasse.

A ausência de dashboards significa que informações críticas estão espalhadas, muitas vezes isoladas em planilhas ou sistemas desconectados, tornando a harmonia entre as obrigações fiscais e tributárias uma tarefa quase impossível. Isso pode resultar em atrasos, erros e omissões que custam caro, afetando a reputação da empresa diante dos reguladores e do mercado.

Em um cenário que exige precisão e eficiência, não ter a capacidade de visualizar e gerenciar proativamente essas tarefas é um erro crítico que pode silenciar o crescimento e a sustentabilidade a longo prazo.

Soluções para a área Fiscal

O Rupee se destaca como uma solução no universo dos softwares de gestão fiscal, criada especificamente para enfrentar os desafios dos profissionais nas áreas fiscal e tributária, totalmente voltadas para o CSC. O Rupee lida com a complexidade das planilhas e o risco de erros humanos.

Com um quadro inteligente, utilizando o modelo Kanban, o Rupee oferece uma abordagem visual e intuitiva para o gerenciamento de tarefas, revolucionando o tratamento das obrigações acessórias. Este quadro inteligente não só simplifica a organização e a priorização das atividades, mas também reduz significativamente a chance de erros, automatizando processos que antes eram realizados manualmente. Isso assegura uma precisão e confiabilidade dos dados muito maior.

Adicionalmente, o Rupee introduz a metodologia ágil RRP (Rotina, Recorrência e Periodicidade), projetada para aprimorar a gestão do tempo e dos recursos. Esta metodologia garante que todas as tarefas, das diárias às periódicas, sejam cumpridas com eficácia e dentro dos prazos. A abordagem RRP do Rupee não apenas eleva a produtividade, mas também incentiva uma cultura de trabalho proativa, minimizando os riscos associados à gestão fiscal e tributária.

Por fim, a falta de dashboards eficazes é um problema comum em muitas ferramentas de gestão, mas o Rupee se destaca ao oferecer painéis de controle detalhados para tomada de decisão. Esses dashboards fornecem insights valiosos em tempo real, permitindo que os gestores tenham uma visão clara do status das obrigações e das tarefas em andamento.

Isso não apenas melhora a tomada de decisões, mas também assegura uma comunicação eficaz dentro da equipe e com os stakeholders. Com o Rupee, as empresas podem finalmente abandonar as planilhas propensas a erros e adotar uma solução que oferece precisão, eficiência e uma visão estratégica para o gerenciamento de suas obrigações fiscais e tributárias.

Além da sua metodologia RRP, o Rupee traz um arsenal de funcionalidades que prometem colocar as planilhas no museu da antiguidade empresarial. No topo da lista, temos o Painel Ágil, uma verdadeira revolução contra o caos das planilhas, oferecendo uma visão limpa e organizada das tarefas com uma Matriz de Cards que parece mais um tabuleiro de jogo estratégico.

Isso facilita o acompanhamento das obrigações acessórias recorrentes, garantindo que nada caia no esquecimento. Os Dashboards são os verdadeiros demonstradores de eficiência, entregando dados preciosos sobre o desempenho da equipe e destacando os gargalos como um farol na noite, para que você possa agir rápido e certeiro.

Certificado A1
Certificado A1

Para completar, o Log de Ações é o diário de bordo que registra cada passo dado, assegurando uma transparência digna de aplausos e deixando tudo preparado para auditorias fiscais, sem suor na testa. Combinando a Metodologia RRP e essas funcionalidades, o Rupee se posiciona não apenas como uma ferramenta, mas como o parceiro de negócios que você sempre sonhou para navegar nas águas turbulentas da gestão empresarial com um sorriso no rosto.

O Papel do BPM na Transformação do CSC

O Business Process Management (BPM) é aquele super-herói dos bastidores dos Centros de Serviços Compartilhados (CSCs), trazendo uma abordagem ninja para cortar a burocracia e impulsionar a eficiência.

Imagine o BPM como o mestre Yoda dos processos de negócios, ensinando como ser mais ágil, eficaz e pronto para a ação. Para os CSCs, que têm a missão de centralizar funções e cortar custos sem perder o ritmo, o BPM é a força que estava faltando para alinhar a estratégia operacional com a execução estelar das tarefas.

Ao abraçar o BPM com soluções como o WiseIT, os CSCs entram numa nova era de gestão, onde processos são mapeados com a precisão de um GPS e otimizados como se estivessem em um pit stop da F1.

Isso significa menos erros de humanos e mais tempo para que a equipe se dedique a conquistas e tarefas que geram resultados reais.

A automação transforma tarefas repetitivas em história antiga, diminuindo os riscos de ficar de fora da conformidade e permitindo que os CSCs se tornem verdadeiros centros de inovação e excelência, prontos para surfar nas ondas da mudança e da melhoria contínua, tudo com um toque de magia BPM.

Processos, Fluxos e automações bem definidas nos CSC

A maravilha de ter fluxos de trabalho bem desenhados no Centro de Serviços Compartilhados (CSC) é como ter um mapa do tesouro que guia todos para a eficiência operacional. Esses fluxos são os GPS internos, garantindo que cada atividade seja uma viagem suave pelas melhores práticas e padrões de excelência.

E não é só isso: eles também são como um aplicativo de mensagens instantâneas para os departamentos, promovendo um bate-papo mais alinhado e diminuindo as chances de

“Oi? Como é que faz isso mesmo?”.

Ao reunir todos sob o mesmo teto de processos, os CSCs não só economizam no aluguel de recursos, mas também entregam um serviço que deixa clientes internos e externos cheios de satisfação.

E quando falamos em dar um upgrade nesse sistema com uma solução BPM como o WiseIt, é como passar de um carro antigo para um veículo elétrico. Essa parceria estratégica permite que os CSCs não só coloquem o piloto automático em cada etapa dos processos, mas também façam check-ups automáticos para garantir que tudo está nos perfeito, do start ao finish!

Com essa visão 360° em tempo real, é possível identificar onde o trânsito está congestionado, onde tem buraco na rua e ajustar a rota para uma viagem mais eficiente. Isso não só coloca o CSC em rápida eficiência, mas também no caminho certo para a conformidade e a governança, garantindo que todos os pontos regulatórios estejam em confirmidade.

Integração do BPM com o Rupee

Quando o WiseIt encontra o Rupee, é como se o mundo dos Centros de Serviços Compartilhados (CSCs) ganhasse seu próprio super-herói tecnológico. Imagine uma dupla dinâmica onde o Rupee, com seu cinto de utilidades cheio de ferramentas avançadas, se junta ao BPM para levar a gestão e automação de processos a novos patamares.

Esta parceria não só permite aos CSCs mapear e automatizar seus fluxos de trabalho com a precisão de um cirurgião, mas também ficar de olho no pulso da operação em tempo real, otimizando recursos como um mestre do xadrez e tomando decisões embasadas em dados como um visionário.

1. Automatização e Eficiência Operacional

Imagine um mundo onde as tarefas se completam magicamente, sem a necessidade de um toque humano – esse é o poder da união entre BPM e Rupee. Processos que antes eram lentos e propensos a erros agora fluem como um rio, cada tarefa executada automaticamente seguindo regras de negócio personalizadas.

É a eficiência operacional elevada ao quadrado, liberando a equipe para se dedicar a inovações e ideias que realmente importam.

2. Visibilidade e Controle

Com essa integração, os gestores dos CSCs ganham um óculos de visão noturna para enxergar todos os cantos de seus processos de negócios. Dashboards e relatórios detalhados são como o mapa do tesouro que revela onde estão os gargalos e as oportunidades de ouro para melhorias.

É a tomada de decisão elevada a um nível de clarividência, onde cada movimento é feito com confiança e precisão.

3. Conformidade e Governança

Navegar pelo mar revolto das regulamentações e políticas internas fica mais tranquilo com a bússola da integração Rupee – WiseIt. Processos desenhados e monitorados com rigor garantem que o navio do CSC não só evite as rochas da não conformidade, mas também navegue com a bandeira da governança corporativa hasteada alto.

E para aqueles momentos de “me prove”, o log de ações e a auditoria fiscal são o diário de bordo que registra cada aventura e decisão.

4. Flexibilidade e Escalabilidade

O Rupee, armado com a flexibilidade do WiseIt BPM, é como um camaleão, adaptando-se e escalando com a agilidade de um acrobata para atender às mudanças do cenário de negócios.

É a garantia de que os CSCs podem crescer, evoluir e se reinventar sem ficarem presos em processos rígidos ou tecnologias obsoletas.

5. Melhoria Contínua

Por último, mas não menos importante, essa integração é o fermento que faz a cultura de melhoria contínua crescer e florescer dentro dos CSCs. Com um tesouro de dados ao alcance, identificar áreas para polimento e inovação se torna uma caçada ao tesouro contínua, garantindo que os CSCs não só mantenham sua relevância, mas também liderem o caminho em excelência e inovação.

A integração do WiseIt com o Rupee representa uma evolução significativa na forma como os CSCs operam, trazendo ganhos substanciais em eficiência, controle, conformidade, flexibilidade e qualidade. Ao adotar essa abordagem integrada, os CSCs estão bem posicionados para enfrentar os desafios do ambiente de negócios moderno e alcançar um sucesso sustentável.

WiseIT como uma solução BPM desenhada para os desafios específicos do CSC

O WiseIT chega como o super-herói dos BPMs, com sua capa tecnológica voando ao resgate dos Centros de Serviços Compartilhados (CSCs) em apuros. Imagine um mundo onde a eficiência operacional e cortar custos não são apenas sonhos distantes, mas a realidade do dia a dia.

É aí que o WiseIt brilha, trazendo sua caixa de ferramentas digitais cheia de truques para simplificar até os processos mais enroscados. Com um toque de mágica (e muita tecnologia de ponta), transforma o CSC num palco de inovação, onde as tarefas rotineiras são coisa do passado, e a equipe pode finalmente dar asas à criatividade.

O WiseIT é tipo aquele canivete suíço que todo CSC sonha em ter: flexível, adaptável e pronto para encarar as mudanças do mercado sem perder o ritmo. Quer personalizar? Tudo bem, conseguimos ajustar pra você.

Quer escalar? Também conseguimos!

O WiseIT garante que os CSCs se mantenham no topo do jogo, entregando serviços de primeira com a eficiência de um relógio suíço e a consistência de uma receita de bolo da vovó. Com o WiseIt, dizer adeus aos velhos problemas e olá para a otimização, redução de riscos e eficiência elevada é só o começo da jornada.

E para aqueles que adoram detalhes, o WiseIt vem equipado com um arsenal de funcionalidades que são verdadeiros game-changers. Seu sistema de workflow é como ter um GPS para processos, guiando cada tarefa pelo caminho certo sem deixar nada para trás.

E não para por aí: com controles de etapas e atividades que dão aos gestores poderes quase divinos de visibilidade e intervenção, é possível manter tudo sob controle, identificar onde o sapato aperta e ajustar o passo antes mesmo de tropeçar. Em outras palavras, o WiseIT é o parceiro que todo CSC precisa para dançar conforme a música no mundo dos negócios, mantendo tudo rodando como nunca.

Quem usa o WiseIt

SBM Offshore e a Revolução na Gestão Fiscal com o Rupee

A SBM Offshore é uma líder global no fornecimento de soluções flutuantes de produção, armazenamento e descarregamento para a indústria de petróleo e gás. Com décadas de experiência e um histórico comprovado de inovação e excelência operacional, a empresa se especializa no projeto, fabricação, instalação e operação de sistemas FPSO, que são essenciais para a exploração de campos petrolíferos em águas profundas e ultraprofundas ao redor do mundo.

Com um compromisso contínuo com a inovação e a sustentabilidade, a SBM Offshore desempenha um papel crucial na transição energética, contribuindo para o desenvolvimento de recursos energéticos de maneira responsável e eficiente.

A SBM Offshore, sob a liderança de Marcelo Ribeiro, tem se destacado no cenário fiscal e contábil graças à implementação estratégica do Rupee, uma ferramenta inovadora de gestão de obrigações acessórias. Nos últimos 12 meses, a empresa alcançou um marco impressionante, concluindo 5072 obrigações acessórias e gerenciando mais de 150 CNPJs, um testemunho do compromisso da equipe em manter a excelência operacional e a conformidade regulatória.

Marcelo, com sua profunda experiência e conhecimento na área, reconhece o Rupee como um pilar fundamental para aprimorar a eficiência e a precisão do departamento tributário, enfatizando a importância de uma ferramenta que permite monitorar de perto as complexidades fiscais e contábeis, evitando surpresas desagradáveis e garantindo a aderência às legislações vigentes.

A jornada de implementação do Rupee na SBM Offshore não foi apenas uma questão de adotar uma nova tecnologia, mas também de cultivar uma cultura de engajamento e responsabilidade entre os membros da equipe.

Marcelo destaca que o sucesso da ferramenta transcende sua funcionalidade técnica, residindo significativamente na disposição e no envolvimento ativo da equipe. Através do Rupee, a SBM conseguiu não apenas demonstrar a magnitude e a qualidade do trabalho desenvolvido pelo departamento tributário, mas também estabelecer uma base sólida de confiança e transparência com parceiros e auditores externos, reforçando a reputação da empresa como uma entidade comprometida com a excelência operacional e a conformidade regulatória.

Olhando para o futuro, Marcelo tem grandes ambições para o Rupee dentro da SBM Offshore, visando uma implementação autônoma em diversas jurisdições até o final de 2024. Este objetivo reflete o desejo de Marcelo de promover uma governança aprimorada e uma transparência tributária em toda a organização, fortalecendo a posição da SBM no mercado global.

A experiência positiva em Portugal, onde a equipe local abraçou entusiasticamente a ferramenta, serve como um modelo para outras jurisdições, ilustrando o potencial do Rupee para transformar a gestão fiscal e contábil em uma multinacional.

Com o Rupee, Marcelo Ribeiro e a SBM Offshore estão não apenas navegando com sucesso pelas complexidades do cenário tributário global, mas também estabelecendo novos padrões de eficiência, transparência e conformidade no setor.

Grupo Belmont e a Transformação de tarefas fiscais com o Rupee

O Grupo Belmont, sob a liderança de Alexandre Vitorino como Controler, destaca-se no cenário empresarial pela sua abordagem inovadora e sustentável em diversas frentes de atuação. Com a conclusão de impressionantes 3287 obrigações acessórias nos últimos 12 meses, o grupo demonstra não apenas sua capacidade operacional, mas também seu compromisso com a conformidade e a excelência em todas as suas operações.

Administrando mais de 30 CNPJs, o Grupo Belmont abrange uma diversidade de setores, incluindo mineração, agregados, agropecuária, entre outros, cada um contribuindo para a robustez e a diversificação do portfólio do grupo.

O Grupo Belmont implementou estratégias eficazes para otimizar processos e garantir a eficiência na gestão de suas obrigações fiscais e contábeis. A adoção de tecnologias avançadas e sistemas de gestão integrados permitiu ao grupo não apenas atender, mas superar as expectativas regulatórias, estabelecendo um novo padrão de governança corporativa.

Essa abordagem proativa na administração de suas empresas reflete o compromisso do grupo com a sustentabilidade e a responsabilidade social, valores que são profundamente enraizados em sua cultura corporativa.

O sucesso do Grupo Belmont, especialmente na gestão de suas obrigações acessórias, serve como um modelo para outras organizações que buscam excelência operacional e conformidade regulatória. A liderança de Alexandre Vitorino e sua equipe na implementação de práticas inovadoras e sustentáveis demonstra como a visão estratégica, combinada com o compromisso com a excelência, pode levar a resultados extraordinários.

O Grupo Belmont não apenas fortaleceu sua posição no mercado, mas também estabeleceu um legado de integridade, qualidade e responsabilidade ambiental, inspirando outras empresas a seguir seu exemplo.

Tenha todo seu CSC integrado com o WiseIT

No mundo digital de hoje, onde a eficiência e a redução de riscos são fundamentais para o sucesso empresarial, a automação e os processos estruturados no Centro de Serviços Compartilhados (CSC) representam uma revolução na forma como as organizações operam. O WiseIT, com sua solução inovadora de BPM (Business Process Management), está na vanguarda dessa transformação, oferecendo ferramentas poderosas para otimizar a gestão do CSC.

Convidamos você a conhecer o WiseIT para explorar como nossa tecnologia pode ser a chave para desbloquear o potencial total do seu CSC. Ao navegar em nosso site, você encontrará informações detalhadas sobre nossas funcionalidades, benefícios e casos de sucesso que ilustram o impacto positivo do WiseIT em organizações como a sua.

O Rupee se torna uma ferramenta essencial no cotidiano do setor de CSC. Com acesso detalhado aos logs e históricos, ele consegue rastrear cada ação no sistema, o que é fundamental para uma auditoria minuciosa.

O sistema tem a capacidade de analisar documentos e registros contábeis de forma eficiente e permite ao gestor garantir a precisão e conformidade nas operações fiscais. Além disso, revisar as atividades facilita a identificação rápida de erros ou inconsistências, possibilitando correções imediatas.

Os relatórios específicos disponíveis oferecem insights abrangentes, economizando tempo que seria gasto na coleta manual de dados.

Receber notificações automáticas sobre prazos e eventos críticos, faz a plataforma se mostrar que é uma ferramenta valiosa para garantir que nada seja perdido de vista. Em resumo, o Rupee não apenas agiliza a auditoria contábil do profissional, mas também proporciona uma visão detalhada e segura das operações, resultando em eficiência e qualidade no trabalho diário.

Entendemos que cada CSC tem suas próprias necessidades e desafios únicos. Por isso, o WiseIT está oferecendo uma oportunidade exclusiva para você experimentar nossa solução BPM de primeira mão, através de uma demonstração gratuita. Essa é a sua chance de ver em ação como o WiseIT pode simplificar e automatizar os processos do seu CSC, reduzir riscos operacionais e aumentar a eficiência de maneira significativa.

Durante a demonstração ou consulta, nossos especialistas irão guiá-lo através das funcionalidades do WiseIT, mostrando como nossa solução pode ser personalizada para atender às necessidades específicas do seu CSC. Não perca essa oportunidade de dar o próximo passo em direção à excelência operacional. Entre em contato conosco hoje mesmo para agendar sua demonstração ou consulta gratuita e comece a transformar a gestão do seu Centro de Serviços Compartilhados.

Conteúdos que você pode gostar

Contabilidade não é um bicho de sete cabeças

Contabilidade Você já deve ter lido estatísticas sobre a quantidade de empresas que fecham no Brasil, tais como: 80% das micro e pequenas empresas desaparecem no primeiro ano ou 1 a cada 4 empresas fecham antes de completar dois anos no mercado.

Ler mais »

Gestão contábil: qual o papel da tecnologia.

A gestão contábil é uma área fundamental para qualquer empresa, independentemente do seu porte ou segmento de atuação. A precisão e eficiência na gestão das informações financeiras são cruciais para o sucesso dos negócios. Com o avanço da tecnologia, diversas ferramentas e

Ler mais »

Como montar um planejamento anual contábil em 2024

Ano novo, novas metas e, para aumentar a competitividade do seu escritório contábil, a melhor forma é ter um planejamento anual. Com um planejamento anual contábil, você terá uma visão clara dos objetivos do negócio e poderá se organizar para alcançar os

Ler mais »

Novidade do Whatsapp que todo contador vai amar

Novidade do Whatsapp permite enviar mensagem para o seu próprio número e guardar arquivos ou fazer anotações. Que o whatapp é o app oficial da maioria dos profissionais de contabilidade todos já sabem, e que a maioria usa o aplicativo para além

Ler mais »

Gestão Financeira: dicas para a gestão financeira de empresas

A gestão financeira é uma área essencial em qualquer organização, seja ela uma pequena empresa, uma multinacional ou mesmo uma instituição sem fins lucrativos.  Trata-se do processo de planejar, organizar, dirigir e controlar os recursos financeiros de uma entidade, buscando alcançar seus

Ler mais »
Logo Rupee - Horizontal - Branca (Sem Slogan)

Não fique para trás e junte-se ao grupo de empresas que estão inovando o processo decisório.

Contato

Telefone: 0800 020 8726

E-mail: contato@rupee.com.br

Consulte as vagas abertas no time Rupee

Conheça nossas soluções

RUPEE TECNOLOGIA LTDA - CNPJ 28.800.832/0001-01. Todos os direitos reservados. | Endereço: R. da Quitanda, 159 – 8º andar – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20091-005